Alegrai-vos no Senhor!

sábado, fevereiro 4

Médicos da Fundação do Câncer Dão Dicas Para Prevenir o Câncer de Pele


Com a chegada do verão, é preciso redobrar os cuidados com a pele. A exposição solar sem proteção e fora dos horários recomendados é a principal causa de câncer de pele não-melanoma – o mais comum na população brasileira. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país. 


Para o biênio 2016-2017, de acordo com o Inca, são estimados 175.760 novos casos da doença. Apesar de ser o que acomete mais pessoas, o câncer de pele é o tipo com mais baixa mortalidade e altos índices de cura, podendo chegar a 90%, se diagnosticado precocemente, aliado ao tratamento adequado. 

Dicas

A boa notícia é que, com a adoção de medidas simples no dia a dia e acompanhamento médico regular, é possível prevenir o câncer de pele. Confira as dicas do médico epidemiologista e do oncologista clínico da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff e Frederico Müller.

Horários recomendados para exposição ao sol:

Deve ser antes das 10h e após as 16h. Fora desses períodos, a radiação solar é muito perigosa, pois favorece o envelhecimento precoce e aumenta os riscos de desenvolver câncer de pele. Com o banho de sol nos horários recomendados é possível garantir ainda boa absorção de vitamina D, que, entre os benefícios, fortalece os ossos.
Cuidados na praia ou piscina:
Na praia, na piscina ou em qualquer outro local onde haja exposição ao sol, a proteção é sempre a melhor opção. Por isso, use sempre chapéus, bonés, roupas com proteção UV e guarda-sol (feito de algodão ou lona, evitando barracas de nylon). É essencial o uso de filtro solar com, no mínimo, FPS 30, contra radiação UVA e UVB, no corpo e nos lábios. Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Eles ajudam a bloquear a ação dos raios solares. Também é importante a utilização de óculos escuros com filtro ultravioleta, que previnem lesões oculares.
Profissionais que trabalham ao ar livre:
Os tumores de pele estão relacionados a alguns fatores de risco e, principalmente, à exposição aos raios ultravioletas do sol. Pessoas que trabalham sob o sol são mais vulneráveis ao câncer de pele não-melanoma. Além dos cuidados básicos de proteção, quem trabalha ao ar livre durante o dia deve usar camisas de manga longa e calças compridas e buscar abrigo na sombra. O protetor solar deve ser repassado na frequência indicada pelo profissional de saúde. Vale ressaltar que, fora do prazo, eles não oferecem proteção. Essas orientações também são válidas para quem pratica atividades físicas ao ar livre.

Sintomas que podem indicar câncer de pele: 

Feridas na pele que demoram a cicatrizar (em um período maior que quatro semanas), variações na cor de sinais que já existiam, manchas que coçam ou sangram e o surgimento de pintas com bordas irregulares podem ser indicativos da doença.

Grupos de risco na população: 

O câncer de pele se manifesta, na maioria dos casos, em pessoas com mais de 40 anos, de pele clara, olhos azuis ou verdes, cabelos loiros ou ruivos, pessoas albinas, histórico de câncer de pele pessoal ou na família e em forma de feridas, nódulos ou pintas em qualquer parte do corpo. A doença é relativamente rara em crianças e pessoas de pela negra, com exceção dos portadores de lesões cutâneas anteriores.

Riscos do bronzeamento artificial: 

As câmaras de bronzeamento artificial trazem riscos comprovados à saúde, e, em 2009, foram reclassificadas como agentes cancerígenos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no mesmo patamar do cigarro e do sol. A prática de bronzeamento artificial antes dos 35 anos aumenta em 75% o risco de câncer de pele, além de acelerar o envelhecimento precoce e provocar outras dermatoses.

Vai pegar um solzinho em uma praia neste verão? Então não se esqueça: filtro solar, boné e óculos escuros são seus protetores contra um possível câncer de pele!

A exposição solar sem proteção e fora dos horários recomendados é a principal causa de câncer de pele não-melanoma – o mais comum na população brasileira.


Jo Tozzatti

Bolo de Linhaça


Ingredientes:

-3 colheres de margarina
-5 colheres de semente de linhaça
-200 g de farinha de trigo
-2 colheres de sopa de maisena
-2 ovos
-2 colheres de sopa de fermento
-100 g de açúcar
-1 xícara de leite

Modo de Preparo:

-Bata a semente de linhaça no liquidificador até virar pó.

-Em um recipiente, bata 2 gemas de ovos (reserve as claras) com a margarina, o açúcar, a farinha de trigo, a maizena, o leite e o pó de linhaça.

-Misture bem.

-Bata a clara em neve com o fermento.

-Adicione na massa. Misture bem.

- Coloque a massa numa forma média.

-Leve ao forno de 180 graus por +ou+ 25 minutos.

Bom apetite!

Linhaça Melhora a Artrite? Como?


A artrite afeta um grande número de pessoas à medida que envelhecem, e elas relatam estar vivendo mais do que apenas algum desconforto, que pode ser esperado se a artrite não é tratada. Existem alguns tratamentos que podem ajudar a doença, mas muitos tratamentos têm efeitos secundários adversos. Usando a semente de linho, a linhaça, como um remédio natural para a artrite pode ser uma grande vantagem.

Entendendo a artrite

A artrite tem um efeito drástico sobre as articulações, causando inflamação e pode tornar-se degenerativa. A artrite reumatoide provoca inflamação, mas também é causada pelo sistema imunitário do corpo avariado. Não só a experiência é o sofrimento de inflamação aguda das articulações, mas também os revestimentos das juntas são prejudicados, dificultando até o momento.

Isto pode também resultar em vasos sanguíneos, coração e pulmões inflamados, assim como as articulações. Se essa reclamação não for tratada, pode resultar em articulações tornando-se deformadas.

linhaça triturada

A deformidade é causada por inflamação que destrói a cartilagem e a densidade óssea e é mais comum nas mãos e nos pés. Os médicos são capazes de diagnosticar artrite pelos anticorpos que estão presentes na corrente sanguínea dos doentes. Estes são chamados factores reumatoides, e são a causa da inflamação.

A linhaça não apenas pode ajudar no tratamento de efeitos da artrite, como estes inchaços da foto, quanto também pode atuar na sua prevenção!

A linhaça na dieta de quem tem artrite

Se os sintomas como inchaço das juntas, dor e rigidez nas articulações são frequentes, então é aconselhável começar a usar a semente de linhaça como um remédio natural para a artrite.

Usando a semente de linho como um remédio herbal para a artrite pode eliminar a necessidade de medicação e os efeitos colaterais que podem ser experimentados. A semente de linho tem muitos benefícios que incluem qualidades anti-inflamatórias. Isso é auxiliado pelos ácidos gordos ômega-3 que são encontrados nas sementes, que ajudam na lubrificação das articulações assim como o reforço dos sistema imunológico.


Como consumir a linhaça?

Para obter o máximo benefício a partir de sementes de linhaça, é recomendável triturá-las antes de usar. A maioria das lojas de alimentos saudáveis ​​vendem sementes de linho ou farinha de linho, que podem adicionados aos alimentos ou quando assar ou adição de saladas, guisados ​​ou sopas. Quem tem artrite pode ver um benefício a partir do consumo da semente ao longo de um período de tempo.

Para obter o máximo benefício a partir de sementes de linho como um remédio natural para a artrite, é aconselhável consumir ½ grama de esta semente por dia com as refeições. Bem como ajudar quem sofre de artrite, a semente de linhaça é comprovada para reduzir o colesterol e contém proteínas e fibras que podem ajudar na digestão.

Cuidados!

Principalmente para os mais velhos, antes de começar a consumir a linhaça, não deixe de consultar um médico e ou um nutricionista para saber os cuidados necessários. Lembrando: este artigo é apenas informativo e não substitui um conselho médico.

Artrite


O que é Artrite?

Artrite é um termo genérico para aproximadamente 100 doenças que produzem ou uma inflamação no tecido conjuntivo (particularmente nas articulações), ou uma degeneração não-inflamatória desses tecidos. Ela afeta aproximadamente 350 milhões de pessoas no mundo todo. As formas mais comuns são a osteoartrite, uma doença degenerativa causada pelo uso e desgaste da articulação, e a artrite reumatoide, uma doença inflamatória resultante de uma alteração no sistema imunológico. 

O que é a osteoartrite?

Osteoartrite (OA) é uma doença degenerativa que ocorre quando a cartilagem da articulação que cobre a terminação do osso é danificada ou desgastada de forma irregular, tornando a movimentação daquela articulação extremamente difícil e dolorosa. Ela normalmente atinge as articulações do pescoço, do quadril, do joelho e da coluna vertebral e é a causa mais comum de limitação funcional em pessoas idosas. A osteoartrite, segundo estimativas, afeta 90% da população acima de 50 anos, prejudicando a sua capacidade de dirigir, fazer compras, caminhar, banhar-se e fazer outras atividades rotineiras, como subir escadas e abrir latas. 

Segundo o Colégio Americano de Reumatologia (ACR), quase 70% das pessoas com mais de 70 anos tem sinais dessa doença, o que torna a osteoartrite a mais comum das artrites. 

As causas da osteoartrite

As suas causas são múltiplas, variando desde o desgaste natural pelo uso e idade, até o sobrepeso, que sobrecarrega as articulações maiores (quadril, joelhos, tornozelos). Traumas, lesões e cirurgias nas articulações também podem evoluir com osteoartrite.

Alguns casos de osteoartrite podem ser familiares, ou seja pais e filhos desenvolvem a doença quando atingem a idade madura, porém isso não é uma regra. Algumas pessoas que têm pais e mães com essa doença nunca irão desenvolvê-la.

O diagnóstico da osteoartrite é clínico. Durante a consulta o médico poderá ter evidências, pelas queixas, sinais e sintomas, de que se trata desse tipo de alteração degenerativa articular, principalmente quando a articulação afetada é superficial e acessível, como por exemplo o joelho. Em outros casos, o diagnóstico somente será feito após avaliação laboratorial e radiológica. Um raio-x simples poderá ser útil nos casos de OA de quadril ou de coluna.

Como tratar a osteoartrite 

O tratamento da osteoartrite visa basicamente aliviar os sintomas da doença, uma vez que o desgaste articular não pode ser revertido, exceto por meio de substituição da articulação por uma prótese. A terapia se baseia no alívio da dor, que pode ser conseguido com analgésicos simples ou com drogas antiinflamatórias não-esteróides (AINEs). Eventualmente nos casos em que não há resposta satisfatória com essas medicações, poderá ser feita uma infiltração de corticosteróides intra ou peri-articular. Atualmente existem também os produtos para viscossuplementação, ou seja, substâncias parecidas com o líquido sinovial, que preenchem a articulação, injetadas diretamente no espaço articular, aliviando a dor e restaurando as propriedades lubrificantes e elásticas do líquido sinovial.

*Chão de Rosas*



O mundo em que vives assemelha-se a um chão de Rosas, a receber todo o carinho de Jesus e o amor de Deus.

Devemos interromper, de vez em quando, as nossas cogitações comuns, e meditar sobre as oportunidades valiosas que recebemos, como prêmio da vida, ao ingressarmos nos fluidos da carne.

Tudo para nós é ação benfeitora. Tudo que nos cerca são bênçãos do Criador a nos despertar para mais vida.

Começa no mundo espiritual, o carinho com que os benfeitores nos gratificam, ao nos anunciarem a nossa volta.

E, quando queremos e aceitamos essa viagem de aprendizado, somente encontramos afabilidade, atenção e amparo, no arrumo das nossas bagagens.

Todas as estradas são floridas, mesmo que os nossos olhos a vejam em formas de espinhos. Na profundidade, são flores que educam e instruem. É por isso que chamamos o ingresso na carne Chão de Rosas.

Pessoalmente, passamos por situações dolorosas quando na Terra, animando um corpo. Mas, depois, compreendemos que as trilhas pelas quais andamos foram as mais produtivas para a nossa experiência terrena, por tirar delas as mais ricas lições de amor e de vida, para com o coração torturado. Hoje, colhemos os frutos do que pudemos fazer em favor dos desesperados, face às lutas.

Dentro de nós nada falta. Existem todos os recursos apreciáveis, de modo a ajudar-nos, com eficiência, em todas as dificuldades que surgirem em nossos caminhos. Estamos, pois, preparados para a luta, e o dever é lutar contra as nossas imperfeições, transformando-as em atividades do Bem, que vibra, sempre, na consciência, e se nos faz visível em toda parte da vida.

Onde estiveres, meu irmão, encontrar-te-ás num Chão de Rosas, desfrutando do perfume do Amor, fragrância que reacende os corações carentes. Compartilha da caravana da fraternidade, cujo ambiente é o universo. Sê cidadão do mundo sem limites.

Vamos materializar o Bem, em todos os ângulos da existência, e fazer com que o Amor não perca a luminosa estrada dos nossos corações, onde deve nascer o Cristo de Deus a nos mostrar a felicidade.

Tornamos a afirmar que a Terra é, pois, um Chão de Rosas, com as bênçãos de Deus a se mostrarem nas mínimas coisas: desde o pingo d'água, até os oceanos, dos elementos periódicos, aos mundos que circulam na criação do Grande Soberano, dos primeiros movimentos das células isoladas, à maravilhosa harmonia do corpo humano, a manifestar a inteligência racional e iluminada de Evangelho.

Se quiseres, poderás sentir e ver tudo florido, por onde andas, a convidar-te para o banquete celestial, pelas palavras inarticuladas dos ventos, das águas, das árvores, dos pássaros, das estrelas, de tudo que puderes observar, desde que tenhas carinho em teus gestos e amor no coração.

Não percas a oportunidade, tu que estás animando um corpo. Abraça esse Chão de Rosas, como sendo oferta do progresso, e serás abençoado pelos frutos que deverás colher, assinalando a tua vida na correspondência da sementeira que lançaste no seio do solo.

Que Deus e Jesus nos abençoem a todos, onde estivermos, dando início, se ainda não começamos, à prática do Bem, pelo Amor, e da Caridade, por Dever.


Do livro "Chão de Rosas", 
Psicografada pelo médium João Nunes Maia 
Espírito Scheilla

Paz e Luz!

segunda-feira, janeiro 9

Chá de Alfafa


A alfafa, também conhecida popularmente como luzerna, é uma erva medicinal que contém um sabor bastante agradável e uma variedade de proteínas. Além de ajudar a reduzir o colesterol, o chá de alfafa é indicado para as pessoas que tem osteoporose, já que é rico em cálcio e outras inúmeras vitaminas. Suas características medicinais se encontram nas folhas, flores e especialmente nos brotos de alfafa. A erva é excessivamente nutritiva, traz benefícios para a glândula pituitária (hipófise), alcaliniza o corpo e desintoxica o fígado. Externamente é usada em feridas. É utilizada como uma erva de banho e enxaguante para cabelo. 

Veja a seguir os benefícios do chá de alfafa!

Benefícios do Chá de Alfafa

Devemos lembrar que os estudos ainda não afirmaram a eficácia total do uso da alfafa para esses benefícios que são apontados como adequados pela adição da alfafa à alimentação. Confirma-se que o chá de alfafa emagrece mesmo, mas ele pode ainda colabora com vários benefícios à sua saúde, que poderemos conhecer abaixo:

A alfafa pode introduzir positivamente para a diminuição da absorção de colesterol no intestino.
A erva pode reduzir os níveis de colesterol.

Ela é apontada para ser usada em tratamentos para próstata, asma,  artrite reumatoide, diabetes,  dores de estomago e ainda pode aliviar o impacto de uma doença hemorrágica chamada púrpura trombocitopênica.

O chá de alfafa inclusive pode colaborar para a saúde dos rins e da bexiga.

Os brotos de alfafa possuem enzimas com poderosa ação desintoxicante.

A vitamina K contida na alfafa pode colaborar para a melhor coagulação do sangue.

O chá de alfafa pode ajudar no tratamento de anemias, úlceras nervosas, doenças da circulação sanguínea e má digestão.

Como fazer o chá de alfafa

Para fazer o chá de alfafa, pode-se utilizar sempre as folhas secas ou as raízes, secadas na sombra, para que não murche e perca as propriedades terapêuticas.


quarta-feira, dezembro 7

O Advogado da Cruz


No mundo antigo, o apelo à Justiça significava a punição com a morte. 
As dívidas pequeninas representavam cativeiro absoluto. 
Os vencidos eram atirados nos vales imundos. 
Arrastavam-se os delinquentes nos cárceres sem esperança. 
As dádivas agradáveis aos deuses partiam das mãos ricas e poderosas. 
Os tiranos cobriam-se de flores, enquanto os miseráveis se trajavam de espinhos.

Mas, um dia, chegou ao mundo o Sublime Advogado dos oprimidos. Não havia, na Terra, lugar para Ele. Resignou-se a alcançar a porta dos homens, através de uma estrebaria singela.

Em breve, porém, restaurava o templo da fé viva, na igreja universal dos corações amantes do bem. Deu vista aos cegos. Curou leprosos e paralíticos. Dignificou o trabalho edificante, exaltou o esforço dos humildes, quebrou as algemas da ignorância, instituiu a fraternidade e o perdão.

Processaram-no, todavia, os homens perversos, à conta de herético, feiticeiro e ladrão.

Depois do insulto, da ironia, da pedrada, conduziram-no ao madeiro destinado aos criminosos comuns.

Ele, que ensinara a Justiça, não se justificou; que salvara a muitos, não se salvou da crucificação; que sabia a verdade, calou-se para não ferir os próprios verdugos.

Desde esse dia, contudo, o Sublime Advogado transformou-se no Advogado da Cruz e, desde o supremo sacrifício, sua voz tornou-se mais alta para os corações humanos. ele, que falava na Palestina, começou a ser ouvido no mundo inteiro; que apenas conversava como o povo de Israel, passou a entender-se com as várias nações do Globo; que somente se dirigia aos homens de pequeno país, passou a orientar os missionários retos de todos os serviços edificantes da Humanidade.

Que importam, pois, nos domínios da Fé, as perseguições da maldade e os ataques da ignorância? A advogado da Cruz continua operando em silêncio e falará, em todos os acontecimentos da Terra, aos que possuam "ouvidos de ouvir".

Pelo Espírito Emmanuel

XAVIER, Francisco Cândido. 
Antologia Mediúnica do Natal. 
Espíritos Diversos. FEB.

Paz a todos!

Natal!


Paz e Luz!

Biscoitinho de canela: delícia para decorar e deixar a mesa da ceia ainda mais bonita


Os biscoitinhos de canela deixam a mesa da sua ceia ainda mais bonita. 
Conheça a receita!

Ingredientes

. 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 xícara (chá) de margarina sem sal gelada
. 2 gemas
. 1 pitada de sal
. 1/2 xícara (chá) de açúcar
. 1 colher (chá) de canela em pó
. 100 g de chocolate branco tipo cobertura
. Confeitos coloridos

Modo de Preparo

- Misture a farinha de trigo e a margarina gelada até formar uma farofa grossa. 

- Adicione as gemas, o sal, o açúcar e a canela, e misture sobre uma superfície enfarinhada até obter uma massa lisa. 

- Se ficar seca, acrescente água gelada, aos poucos, para dar o ponto. 

- Se grudar nas mãos, polvilhe mais farinha. 

- Cubra com filme plástico e deixe descansar na geladeira por 30 minutos. 

- Numa superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo, na espessura de 3 milímetros. 

- Com cortadores em forma de árvore e estrela, recorte os biscoitos e coloque-os numa assadeira (não precisa untar). 

- Leve ao forno, preaquecido a 180 ºC, por 30 minutos ou até que estejam dourados. 

- Deixe esfriar. 

- Para decorar: derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas. 

- Com uma colher (café) ou um garfo, faça riscos de chocolate derretido sobre a superfície dos biscoitos e polvilhe os confeitos coloridos.

quinta-feira, dezembro 1

Dia Mundial de Combate à AIDS


O Dia Mundial de Combate à AIDS é todo dia!!

O vírus está aí no mundo e poderá se alojar no organismo de qualquer pessoa desde que ela não tenha os cuidados necessários. 

Portanto, todo dia é dia de se precaver a fim de não ser contaminado.

Os idosos também fazem parte do grupo de risco até porque muitos homens idosos se relacionam com mulheres mais jovens, fora do casamento, e, no entusiasmo febril do relacionamento se esquecem de usar o preservativo. As garotas juram fidelidade, eles acreditam e é aí que a contaminação acontece.

Contaminados eles retornam aos lares, uma vez ou outra procuram a esposa e "passam" o vírus para a mesma. Normalmente a esposa acredita que o marido é fiel e não exige o uso do preservativo.

Portanto, senhores maridos infiéis, sejam cuidadosos quando saírem à cata de aventuras extraconjugais, protejam-se! Assim os senhores não correrão riscos nem as suas esposas.

Caso haja mulheres "avançadinhas" que também gostam de aventuras extraconjugais, sigam a mesma regras: protejam-se!

O ideal é que homens e mulheres sejam fiéis aos seus cônjuges, mas nunca se sabe...

Reflitam!!

Paz e luz!

quarta-feira, novembro 30

Empresa japonesa cria sapatos com GPS para localizar idosos perdidos


A invenção é muito útil para detectar e resgatar pacientes portadores de Alzheimer ou demência, pois mostra, em um mapa, a posição exata da pessoa caso ela se perca ao sair de casa e não consiga voltar sozinha para sua residência.

Você tem um familiar com problema de memória que saiu de casa faz tempo e ainda não voltou. Você está preocupado e não sabe onde ele está. E ele saiu sem o celular. E agora? Como achá-lo?... Bem, uma pessoa pode até sair sem o celular, mas nunca sem os sapatos... 

Ideia simples que funciona 

Os “GPS Dokodemo Shoes” são sapatos criados no Japão que prometem localizar idosos com limitações na memória por meio de um GPS1 integrado. A invenção é muito útil, pois mostra, em um mapa, a posição exata do paciente caso ele se perca ao sair de casa e não consiga voltar sozinho para sua residência.

O chip localizador fica alocado no pé esquerdo e, por meio de um computador, tablet ou smartphone, indica a área em que o usuário está. O uso do software requer um cadastro simples e, por meio de um login e uma senha, uma notificação é enviada caso o paciente se afaste mais de 50, 100 ou 500 metros de casa, dependendo da distância programada. 

Segundo a Wish Hills, desenvolvedora do sapato, o calçado está dando bons resultados. “Temos experiência na busca de doentes com demência perdidos, e sabemos que este tipo de pessoa não utiliza telefones celulares e nem relógios, e sim sapatos. Por isso, decidimos criar sapatos com sistema de localização GPS”, ressalta porta-voz da empresa criadora do sapato. 

Até o momento, o produto está disponível apenas no Japão, país em que cerca de 30% da população é idosa, e custa 35 mil ienes – o equivalente a aproximadamente R$ 1.000,00. 

Em breve, em outros países 

Se você se interessou, não se desanime. O sucesso está sendo tão grande que a empresa visa expandir o mercado e vender o calçado em outros países também. “O mercado doméstico é muito importante para nós, no entanto, no futuro, nos interessaria abrir em outros mercados nos quais a população envelhecerá rapidamente nos próximos anos", afirma a empresa. 


Alzheimer no mundo 

A demência é uma síndrome que ataca a memória, o raciocínio e o comportamento em geral, comprometendo a rotina diária e até a execução de atividades simples. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), aproximadamente 47,5 milhões de pessoas sofrem com demência no mundo, e a cada ano, são registrados 7,7 milhões de novos casos.

1 GPS: (da Wikipédia) o sistema de posicionamento global, mais conhecido pela sigla GPS (em inglês, global positioning system) é um sistema de posicionamento por satélite que fornece a um aparelho receptor móvel a sua posição, sob quaisquer condições atmosféricas, a qualquer momento e em qualquer lugar na Terra, desde que o receptor se encontre no campo de visão de três satélites GPS (quatro ou mais para precisão maior) 
Fotos/ilustrações: divulgação 

terça-feira, novembro 29

Menina de 12 anos cria aplicativo para ajudar avó com Alzheimer


O aplicativo, desenvolvido pela chinesa Emma Yang, funciona como uma rede social, só que com uma diferença: ele tem reconhecimento facial.

Dentre as terapias que têm sido desenvolvidas para estimular o cérebro, tanto para quem tem Alzheimer quanto para pessoas que querem prevenir a doença, o uso do computador e das redes sociais são algumas das que mais demonstram bons resultados. 

A novidade é o fato de um novo aplicativo de celular para ser utilizado por pessoas com Alzheimer ter sido desenvolvido por uma menina de apenas 12 anos. 

Feito para ajudar a avó 

Emma Yang, chinesa que mora em Nova Iorque, pensou em um aplicativo para ajudar a sua avó, que tem Alzheimer. Morando ainda em Hong Kong, portanto, longe dos parentes, a idosa foi diagnosticada com Alzheimer e começou a ter cada vez mais lapsos de memória. Então, Yang pensou em um aplicativo para celular que auxiliasse a memória da avó. Com ajuda da tecnologia, ela criou praticamente uma “memória externa” para que as pessoas com Alzheimer se lembrem de todos os parentes e amigos. 

Reconhecimento facial 

O aplicativo Timeless (Eterno, em português), desenvolvido pela menina – que sabe programar em mais de 5 linguagens, é pianista, ganhou várias bolsas de estudo, está escrevendo um livro e é uma das 10 pessoas com menos de 20 anos mais importantes da cidade de Nova York –, funciona como uma rede social, só que com uma diferença: ele tem reconhecimento facial. 

Quando o idoso não reconhece a pessoa com que está conversando, basta tirar uma foto. O aplicativo compara o rosto com outras fotos que já estejam em seu banco de dados, e informa quem é a pessoa. Uma ajuda e tanto para aqueles que têm dificuldades para reconhecer os entes queridos. 

Ele tem outras funções importantes que podem ajudar bastante. O login (entrada no aplicativo) é feito por impressão digital, facilitando o acesso. Há também as funcionalidades de mensagem e ligação. 

É comum, por exemplo, que pessoas com a doença liguem várias vezes para a mesma pessoa em um curto espaço de tempo. Por isso, o aplicativo tem uma função de notificar o usuário caso ele esteja tentando ligar para alguém com quem já falou nos últimos cinco minutos. 

Além do reconhecimento facial para ajudar da identificação de familiares e amigos, o aplicativo oferece, também, um botão para lembrar o paciente de seu próprio nome. Ele ainda tem horário, data, previsão do tempo e agenda. Para a família acompanhar mais de perto a pessoa com Alzheimer, o app fornece atualizações das atividades realizadas pelo usuário.


quinta-feira, setembro 29

Esse idoso de apenas 18 anos vai emocionar você

As pessoas mais emotivas estão adorando o novo anúncio feito por uma empresa do Japão, que tem todos os ingredientes para ser um daqueles vídeos que aparecem o tempo todo na linha do tempo do seu Facebook.

Além da tão característica ternura japonesa, a história tem uma grande reviravolta: o vídeo termina com um resultado inesperado, daquele tipo que emociona e dá um sentido a tudo. Recomendamos que você assista sem spoilers…

Uma jovem chega em casa e é esperada por um adorável vovô na janela. Ela pergunta como ele está e eles começam uma conversa cheia de carinho e ternura.

O mistério começa quando ela relembra um momento do passado: segundo a história, faz 18 anos desde uma noite chuvosa na qual uma criança foi encontrada sozinha e com fome, precisando de ajuda.
Como é possível que a criança resgatada já seja um idoso após apenas 18 anos? Algumas dicas aparecem: acostumado a entrar em brigas de rua, ele reconhece que é um pouco ranzinza, mas senta-se no colo dela feliz e em paz enquanto é acariciado. Este avô de 18 anos é na verdade um gato na propaganda da Whiskas.

E com isso, temos os ingredientes para o sucesso: emoção, uma reviravolta inesperada e nada menos do que um gato, o animal que reina soberano na internet e não precisa fazer nada para nos deixar com cara de bobos quando a face do senhor se transforma. Longa vida aos gatos e aos comerciais inteligentes, que parecem ser feitos para nos arrancar um sorriso.

quarta-feira, setembro 28

Idosos de asilo em Palhoça recebem cartas de crianças por meio de palhaços "doutores"


Quantas lembranças, emoções e sentimentos podem caber em um pedaço de papel vindo de um desconhecido? Qual o valor de receber uma carta, de enviar uma carta? Imensurável. Esta foi a resposta que os "doutores" do projeto Doses de Alegria descobriram no último sábado, ao fazerem a primeira entrega como palhaços carteiros das"Mensagens de Alegria".

A visita dos doutores já costuma ser motivo de encantamento para os 24 residentes da Casa Santa Maria dos Anjos, em Palhoça, mas no último sábado, foi ainda mais especial. Junto com o carinho habitual e a animação, o grupo levou cartas de crianças escritas especialmente para cada um dos velhinhos, entregou em mãos e leu para eles.

Maria conseguiu ler sozinha
Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

As reações diante do gesto tão simples emocionou quem via de fora. Para os idosos, a maior parte com problemas físicos ou mentais, como esquizofrenia, Alzheimer ou demência, receber os envelopes parece ter despertado as melhores memórias, de um tempo em que o afeto de quem estava longe chegava pelo correio para amenizar as saudades. 

Sentada no sofá, Mábile Viscari Demazi, 94 anos, mal contia o riso e a emoção enquanto a doutora Xarope de Morango, Nádia Villani Ruy, lia a cartinha para ela. No final, beijou a foto da menina que quer ser sua amiga, e disse que gostou muito, antes de guardar no bolso bem protegida. 

Enquanto os palhaços iam entregando as primeiras cartas, a curiosidade de quem ainda não havia recebido começava a aguçar. Na hora que recebeu a sua das mãos do Dotormentado dos Teclados, Renato Rech, a senhora Maria Nienkitter, 87 anos, fez o maior esforço para ler por conta própria.

— Não conheço essa criança, mas gostei muito. Consegui ler um pouco, mas depois a vista não deu mais. Eles vão vir aqui? — questionou.

Leonila gostou da carta 
Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

Leonila Matilde Ludwig, 90 anos, recebeu duas cartinhas, e achou as crianças muito bonitas: 

— Eles de certo sabiam que eu era bonita também — falou em meio a uma gargalhada.

A residente Francisca Jacob de Mattos, totalmente lúcida aos 93 anos, mesmo com dificuldades na vista, passa os dias fazendo bordados e adorou receber a carta: 

— Não consigo ler mais por causa da catarata, mas gostei muito que leram para mim. A menina que mandou a carta lembra uma sobrinha minha quando era pequena. Fiquei curiosa para conhecer as crianças, estamos aguardando a visita — disse. 

A previsão é que o encontro entre os idosos e as crianças aconteça em novembro.

Mensagens de Alegria

O projeto Mensagens de Alegria foi desenvolvido por Nádia Villani Ruy, idealizadora do projeto "Doses de Alegria", que transforma voluntários em doutores palhaços, levando música, abraços e carinho em asilos e hospitais da Grande Florianópolis. 

Há cerca de três anos ela teve a ideia, e inicialmente seria realizado de forma online, para que pessoas de todo o Brasil pudessem "adotar" um idoso. Como não houve adesão, o projeto ficou parado por um tempo, até que foi apresentado a uma escola que topou a ideia e no último sábado aconteceu a primeira entrega de cartas:

— Pela reação dos idosos a gente viu o quanto gostaram. A carta remete ao passado, resgata lembranças. Para as crianças também foi maravilhoso, hoje em dia eles nem sabem o que é mandar uma carta, tiveram alguns que pediram para os pais colocarem até o selo — contou.

Emocionada, ela diz que a realização do projeto trouxe uma mistura de emoções:

— A leveza desse dia, a mistura das ações com reações provocaram uma fusão, confusão de sentimentos onde a alegria, carinho, orgulho, gratidão, emoções se misturavam e não se continham no coração explodindo em forma de amor. Por que um gesto tão simples como uma entrega de cartas com mensagens positivas pode provocar tudo isso? 

Francisca se diverte com a visita das "dotoras"
Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS

Palhaços foram buscar cartas em escola

Se para os idosos receber as cartas foi emocionante, para os alunos do colégio Estimoarte, na Costeira, escrever também foi motivo de alegria e expectativa. As professoras passaram um vídeo em sala de aula para cerca de 100 crianças de 3º e do 5º ano em que mostrava imagens do projeto Doses de Alegria visitando asilos. Muitos deles não sabiam o que era um lar de idosos, e de maneira didática as professoras explicaram que muitos daquelas pessoas não tinham mais família, sofriam de doenças físicas e mentais, e precisam de carinho e amigos.

Deste modo, foi feita a proposta para que as crianças escrevessem a carta se apresentando, falando um pouco sobre elas e enviassem uma foto. Cada aluno recebeu somente o nome do idoso, o que aguçou ainda mais a curiosidade para saber quem são eles. 

A aluna do 3º ano, Laura Firmino Garcia, 9 anos, recebeu o nome do senhor Zuza. Em sua mensagem, contou que gosta de brincar e também de estudar. No final, disse que espera que a carta seja o início de uma grande amizade.

Já a colega Maria Clara Antunes Campos, 10 anos, aproveitou para perguntar para o seu velhinho o que ele gosta de fazer, contou que tem dois animais de estimação e também toca flauta: 

— Acho que ele deve ser muito legal, estou muito curiosa para conhecer ele, porque eu não tenho nenhum avô vivo — disse a menina.

Laura enviou uma carta para Zuza
Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

A professora Simone Zenilda da Silva, do 3º ano, conta que a maior preocupação dos alunos era em como poderiam ajudar os idosos:

— Muitos perguntaram aonde estava a família deles. Agora eles vão escrever todo mês uma carta até o encontro em novembro — explicou. 



sábado, agosto 27

Cartilha Prevenção de Quedas em Idosos!


Clique AQUI
e acesse o seu conteúdo!

Cuidado!!

A triste e emocionante despedida de um casal de idosos


A foto de um casal de idosos chorando de mãos dadas é uma cena tão comovente, que, em pouco tempo, foi compartilhada milhares de vezes noFacebook. A história por trás da imagem é tão emocionante quanto e chamou a atenção da rede americana CNN, que foi atrás para entender o motivo da tristeza dos protagonistas.

Os canadenses Wolf e Anita Gottschalk, personagens da foto, estão casados há 62 anos e, desde que foram admitidos em casas de repouso diferentes há oito meses, precisam viver separados. Ao fim de cada reencontro, proporcionado por sua neta, que leva um para ver o outro, o momento da despedida é sempre marcado por muitas lágrimas. 

“É uma explosão emocional para ambos”, disse a neta do casal, Ashley Bartyik, de 29 anos, à CNN. Ela conta que dirige 40 minutos para reunir seus avós e que a postagem no Facebook foi uma forma de chamar a atenção da comunidade local e tentar colocá-los para viver no mesmo lar. 

Desde janeiro, quando foi diagnosticado com falha cardíaca congestiva, Wolf Gottschalk, de 83 anos, vive na casa de repouso Yale Road Centre. Já sua esposa Anita, de 81 anos, vive em outra casa de repouso, localizada a 40 minutos de distância. “Tem sido um jogo de espera para conseguir um lugar para meu avô. Queremos justiça para os meus avós, que após 62 anos juntos merecem passar seus últimos momentos morando no mesmo local.”, escreveu Ashley em sua postagem. 

Além do problema cardíaco, Wolf tem demência e, recentemente foi diagnosticado com linfoma. Felizmente, a demência ainda não atrapalhou a memória de Wolf em relação a sua esposa, mas Ashley teme que logo isso aconteça. “O tempo está passando agora mais do que nunca”, disse.

Após ser informado do caso, um porta-voz da autoridade de saúde local, disse que eles estão comprometidos em reunir o casal e e tentarão fazer isso já nas próximas semanas. “Essa é uma situação devastadora para a família e é muito preocupante para nós também”, disse.

Mãe é presa por prostituir filha de 14 anos para dois idosos de 64 e 84 anos no Mato Grosso

Uma adolescente de 14 anos denunciou a mãe e mais dois idosos por exploração sexual na quarta-feira (24), no município de Campo Novo do Parecis, interior do Mato Grosso. De acordo com o 'G1', a adolescente era obrigada pela mãe a se prostituir em troca de presentes e dinheiro dados pelos idosos. A mulher e os dois idosos foram presos.

A denúncia aconteceu depois que a menina conseguiu fugir de casa e se hospedou na residência de amigos, que a levaram ao Conselho Tutelar. Segundo a vítima, a exploração sexual começou há aproximadamente dois anos. Ela alegou que passou a receber ameaças da mãe quando começou a se recusar a se prostituir.

Segundo o delegado Adil Pinheiro de Paula, responsável pelo caso, os encontros sexuais com o fazendeiro, de 64 anos, aconteciam semanalmente em um motel. A mãe ficava no carro enquanto o idoso entrava no quarto com a vítima.

Já com o empresário, de 84 anos, os encontros eram mais elaborados. Ele enviava dinheiro para a mãe levar a menina de ônibus até Cuiabá. Na capital do Mato Grosso, os três se hospedavam em um hotel como marido, mulher e enteada, porém nunca entravam ou saíam juntos do local. O empresário ainda teria presenteado a mãe da vítima com uma motocicleta zero quilômetros e pago uma festa de aniversário para a adolescente o valor de R$ 24 mil.

“De acordo com as investigações, a mulher parou de trabalhar e vivia exclusivamente da exploração da filha”, disse o delegado ao 'G1'. A polícia analisa também imagens que mostram a mãe e a menina fazendo compras em shoppings de Cuiabá usando o cartão de crédito do empresário.
Adolescente conseguiu fugir de casa e se hospedou na residência de amigos, que a levaram para o Conselho Tutelar 
A menina foi encaminhada para o Conselho Tutelar. Ela passa por tratamento psicológico e está sob os cuidados de um familiar próximo, que não teve o parentesco divulgado.

sexta-feira, agosto 26

Idosos representam 18% do total de eleitores na região

Números do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) datados do mês de julho apontam que Sorocaba tem um contingente de 78,8 mil indivíduos idosos aptos ao voto. Juntos, eles representam quase 18% do total do eleitorado local, que concentra 446,3 mil inscritos.

Conforme os dados, do universo de pessoas da chamada terceira idade, 25,3 mil estão concentradas na faixa etária dos 60 aos 64 anos; 17,6 mil, têm entre 65 e 69; 12,1 mil, de 70 a 74; 8,5 mil estão entre 75 e 79, e 11,1 mil têm 80 anos ou mais. Considerando que o voto é facultativo a partir dos 70, tem-se que 31,8 mil pessoas não estariam obrigados a comparecer às urnas este ano.

Mesmo assim, calcula-se que boa parte desse universo de não votantes em potencial está disposta a exercer o direito de escolha. "É um engano subestimar o potencial desse público. Até por isso, os candidatos devem ficar atentos e direcionar políticas públicas que eventualmente venham adotar, caso se elejam, a essa camada da população", diz o presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB Sorocaba, Eliel Ramos Maurício Filho.

O advogado lembra que os idosos querem, sim, fazer valer a cidadania. "Quem pensar de outra forma, corre o risco de não se haver bem na campanha. Aliás, fica aqui o apelo para que os idosos, mesmo aqueles que estão desobrigados, votem no mês de outubro. Eles têm preferência assegurada na hora de votar", acrescenta Ramos Maurício.

O geriatra e professor Paulo Renato Canineu vai além e afirma que não teve e não tem conhecimento de que, no município, nos últimos anos e nas últimas eleições, quaisquer dos concorrentes a prefeito tenham incluído em seus programas de governo ações voltadas às pessoas idosas. "Todos, independentemente da idade, precisam de atenção, mas o idoso, até pela sua condição, reclama mais do poder público. Os idosos representam 6% da população votante do país".

"Estamos diante da realidade de dispensar tratamento desigual aos desiguais. Lembro, eu que também sou idoso, já que tenho 66 anos, que as pessoas nessa faixa etária testemunharam e colaboraram para a redemocratização do país, mas não foram contempladas e não têm atendidas suas necessidades." Segundo Canineu, a expectativa de vida do brasileiro aumentou.

Segundo o especialista, a principal demanda dos idosos ainda é por saúde. "A coisa mais difícil, e que eu particularmente tremo nas bases quando me deparo, é conseguir internação na rede pública, particularmente em Sorocaba. Estamos diante de uma situação bastante caótica que precisa ser resolvida. E o momento é agora, já que estamos num processo sucessório."

Com a palavra, os idosos 

O voto é mais do que uma obrigação; é, antes, o direito de exercer a cidadania, dizem idosos ouvidos pelo Cruzeiro do Sul. Iracema Marinho, de 70 anos, diz que mesmo não sendo obrigada a votar, deverá fazê-lo este ano. "Eu acho que é dever de todo cidadão. Tenha ele 70, 80 anos é importante participar e, mais do que isso, cobrar depois."

O aposentado Jair Carlos Pires, de 66, concorda. "É importante escolher os governantes da cidade e do país. E saber deles quais o planos, caso se elejam a prefeito, ou a vereador. E, também, para a gente cobrar depois, apesar das dificuldades. Quando a gente cobra, eles até ofendem."

Jair diz que nos últimos quatro anos faltou muita coisa para os idosos. "Tenho para mim que isso é de responsabilidade de um aglomerado de culpados. A Câmara deixou muito a desejar. A cidade ficou parada, estagnada, precisando de muita coisa. O próximo prefeito terá de priozar essas ações."

Para Tereza Briotti, de 70, os idosos sorocabanos não têm o tratamento que merecem. "Não tivemos sorte; o governo não concedeu aumento salarial. Até por isso, devemos, sim, participar e cobrar deles que cumpram sua obrigação e atendam aqueles que precisam. O voto é a nossa arma."


quinta-feira, agosto 18

quarta-feira, agosto 17

Paz!